Saborização caseira. Fonte: Freepik

Café Aromatizado – Como é feito e como preparar em casa

As pessoas costumam falar que ninguém resiste a um cafezinho, e parte dessa afirmação é verdade. O café é a bebida mais consumida no mundo todo, porém existem sim pessoas que não gostam do amargor que a bebida traz.

Já que os cafés trazem inúmeras possibilidades e formas de consumir, por que não criar grãos que transmitam diferentes sabores? No café aromatizado são adicionadas essências variadas durante a sua fabricação, reduzindo o amargor e fornecendo ótimos resultados e aromas a sua bebida.

Tendo em vista que o grão do café pode ser manipulado dessa forma, a invenção torna os cafés ainda mais acessíveis. Saiba, neste artigo, um pouco mais sobre o café aromatizado e como fazê-lo em casa.

O que seria um café aromatizado?

O café aromatizado é quando o grão de café passa por um método de fabricação onde são adicionadas essências ao grão. Dessa forma, o produto ganha notas sensoriais e se torna acessível as pessoas que não gostam muito do amargor do café preto normal.

Entretanto, o café aromatizado também é um dos preferidos entre os consumidores da cafeína, pois oferece uma bebida com diferentes formas e sabores, permitindo inúmeras novas combinações com pratos e sobremesas.

Existe diferença entre o café aromatizado e o café especial?

Grão de café. Fonte - Freepik.

Existe sim diferença entre o café aromatizado e o café especial. Embora os dois possuam notas sensoriais, a forma como os sabores são adicionados muda de um para outro.

No caso dos cafés especiais, todo o processo de adição da essência é feito através de reações químicas, algo mais natural e que acontece na etapa da torrefação do grão. Esses cafés são aqueles em que as notas sensoriais são descritas na embalagem.

Já o café aromatizado, também chamado de saborizado, tem as essências adicionais após o processo de torrefação. Ou seja, por ser algo feito já quando o grão foi finalizado, o método é considerado mais artificial.

Cada um possui seu estilo, sua forma de apresentar um novo sabor ao consumidor. Embora a palavra artificial possa denotar uma impressão negativa, vale a pena dar uma chance aos sabores da bebida e testar se agrada o seu paladar. Você não tem nada a perder.

Como preparar um café aromatizado?

Café aromatizado. Fonte: Freepik

Como falado anteriormente, o café aromatizado é produzido artificialmente, com a adição de essência ou óleos essenciais ao grão após a torrefação. Porém, é preciso cuidado ao adicionar a essência para que se tenha o equilíbrio do sabor, nada desapercebido ou exagerado demais.

O segredo para se ter um café de qualidade é ter atenção ao produto comprado. Certifique-se de adquirir um café com selo de qualidade, pois algumas empresas podem agir de má fé e usar as essências para encobrir o sabor de um café de má qualidade.

Os cafés com selo certificado nas embalagens são confiáveis e fornecem uma bebida equilibrada, com grãos bem tratados e um sabor delicioso.

Saborização profissional

O processo de saborização profissional é normalmente feito por empresas que utilizam equipamentos profissionais para introduzir o sabor ao grão.

Após sair da torra, que pode chegar a uma temperatura de até 230°C, o grão torna-se poroso. Logo após, ele é colocado em um resfriamento rápido para manter as suas qualidades, é durante o resfriamento que a essência é borrifada por cima do grão para que absorva o sabor.

As mais comuns são essências de chocolate, frutas cítricas, creme, macadâmia, entre outros.

Saborização caseira

Apesar da saborização profissional parecer complicada, é possível também produzir uma saborização em casa. Esse processo é muito usado nos Países do Oriente Médio, com adição de especiarias durante o processo.

É comum a adição de anis estrelado, canela ou raspas de chocolate durante a moagem e até adicionar rodelas de laranja, por exemplo, durante a filtragem da bebida, a deixando mais cítrica e ácida de forma agradável.

Algo muito usado durante a produção do Cold Brew, uma das bebidas favoritas para os amantes dos cafés gelados.

Tipos de cafés aromatizados e suas notas sensoriais

Atualmente, no mercado, já existem diversos pacotes de cafés aromatizados que fornecem resultados excelentes, com um sabor e aroma de dar água na boca.

Confira, abaixo, alguns dos cafés que possuem cheiros irresistíveis e que são ótimas opções para o consumo de um café aromatizado, seja ele moído ou torrado ou em cápsulas.

Café Baggio – moído e em grãos

Café Baggio - moído e torrado. Fonte - Ponto Frio

Vamos iniciar a lista com uma marca que é antiga no mercado e entende bem de café. Baggio é uma marca que existe desde 1886 e produz grãos incríveis, nas versões moído e em grãos.

Na área do café aromatizado, a marca oferece entre os seus sabores o chocolate com menta, caramelo e chocolate trufado. Seu preço inicia em R$ 20 reais o pacote de 250g, aproximadamente.

Café Floresta – moído e em grãos

Café Floresta - moído e torrado. Fonte - Café Floresta

Um pouco mais novo que a marca Baggio, o Café Floresta está no mercado desde 1940 e não podia ficar de fora das inovações do café.

Seu grão, também disponível nas versões moído e torrado, são considerados Gourmet e estão disponíveis nos sabores Baunilha & Nozes, Creme Brulée, Amêndoas Torradas e Trufas de Chocolate. O valor do pacote está a partir de R$ 15,00 por 100g, aproximadamente.

Café Aroma – cápsulas

Café Aroma - cápsulas. Fonte - Aroma Selezione.

Buscando se adaptar as novidades e oferecer ainda mais opções ao consumidor, o café Aroma também desenvolveu café aromatizado em cápsulas.

A intensidade da bebida é de nível 8 e o melhor é a compatibilidade das cápsulas, elas podem ser usadas em cafeteiras da Nespresso. Você pode encontrar as cápsulas em diferentes quantidades, chegando até a 120 cápsulas de aromas variados por R$ 170 reais, aproximadamente, no mercado.

Café Baggio – cápsulas

Café Baggio - cápsulas. Fonte - Shopee

Fechando a lista, temos novamente o café Baggio, mas dessa vez em formato de cápsulas. A marca não ficou para trás e também inovou para atender ao seu público.

Para as cápsulas, os sabores dos grãos moído e torrado continuam, acrescentando apenas os sabores vanilla e amêndoas torradas. No mercado, 50 cápsulas podem chegar a R$ 125 reais, aproximadamente.